Olá queridos leitores!!!

Estou de volta com posts e VÍDEOS!! 🙂
Ao final do último post que fiz aqui embaixo “A importância do silenciar”, falei com vocês que abordaria ainda mais a questão da confiança, esse difícil processo que é entregar nossa vida nas mãos de algo maior que nós e acreditar que no silêncio, quando pensamos que nossa vida está paralisada, o Universo nos traz sim respostas e nos encaminha para uma solução.
Se estamos em um processo de silenciar e esperar respostas é porque estamos passando por um processo de desenvolvimento humano, estamos recebendo um chamado para que tenhamos mais autonomia emocional. Em algum momento a vida nos empurra para uma evolução e todo esse processo requer uma reforma íntima.

No vídeo abaixo eu chamo a sua atenção sobre o motivo de ser tão difícil confiar em algo ou alguém e falo ainda sobre como podemos equilibrar o DAR e o RECEBER, ou seja, como podemos observar o que estamos oferecendo ao ambiente que estamos inseridos para que então, possamos receber aquilo que desejamos.
Voltar a confiar no processo natural da vida, perdoar pessoas e situações que precisam ser libertas dos nossos pensamentos que, por serem negativos, nos aprisionam e fazer uma reforma íntima são os primeiros passos a serem dados para que possamos receber aquilo que tanto pedimos.
Quando estamos ganhando consciência sobre aquilo que nos aprisiona, precisamos entender que vários fatores estão envolvidos nesse processo. Não podemos nos ver com limitação, temos que criar o hábito de olhar por vários canais onde o desenvolvimento humano ocorre.

Vamos começar a pensar sobre isso?

Assista ao vídeo!

Lembrando que cada vídeo e post aqui do blog e do canal, eu faço baseado em uma sequência dos temas que abordados. Se você ficar com alguma dúvida, recorra aos vídeos e posts anteriores e, se mesmo assim ainda permanecer, escreva diretamente para mim que terei prazer em interagir com você!!

Inscreva-se no meu canal do youtube e receba em primeira mão os vídeos em seu email: https://www.youtube.com/CamyllaCostaVideos

Um grande beijo e até o próximo post falando sobre missão de vida!!! 🙂
Camylla Costa

Olá meus queridos leitores,

Estou de volta com mais vídeo no blog. Sei que andei sumida, mas explico o motivo no vídeo. 🙂
Hoje, vim falar com vocês sobre algo muito comum de identificar no dia a dia para aqueles que voltam suas atenções para seus comportamentos, atitudes, reações, já alimentando um processo de ganho de autonomia emocional. Para quem ainda não iniciou seu processo de desenvolvimento humano, esse vídeo será revelador e vai te ajudar a entender como é possível manter a autovigilância daquilo que você pensa e fala para você ou para quem te acompanha.

Como eu sempre falo em meus eventos e nos vídeos aqui do blog, todo comportamento que temos, possui uma intenção positiva e foi iniciado dentro de um contexto que sempre é feito de emoções e sentimentos. Quando nos deparamos com um simples contexto, a priore, ele é apenas um FATO. Porém, de acordo com o nosso estado interno, com os nossos recursos internos disponíveis no dia que vivenciamos esse contexto e das pessoas que estão junto conosco, podemos atribuir emoções boas ou emoções nem tão boas assim àquilo que era um simples FATO.
Quando colocamos uma emoção em um FATO, geramos automaticamente um SIGNIFICADO que vai ocasionar, inevitalmente, em uma CRENÇA.
Essa CRENÇA pode ser boa (possibilitadora) ou ruim, (limitante).
Vamos entender essa teoria que detalhei acima com exemplos práticos e uma linguagem informal?

Vem assistir o vídeo:

Chega de ter resultados limitados por conta de crenças que você ainda não tomou consciência! Pegue agora papel e caneta e vá lembrando das suas principais crenças limitantes e possibilitadoras, pois, no próximo blog, falaremos de consciente e inconsciente e você entenderá ainda melhor esse processo interno que te limita ou te leva mais longe na sua vida pessoal ou profissional.

Ficou com alguma dúvida?
Se sim, terei prazer em te ajudar!
Deixe seu comentário abaixo ou me escreva: camylla@camyllacosta.com

Se esse vídeo e post fez sentido para você e te ajudou, compartilhe com as pessoas que você ama para que elas também possam se desenvolver.
Quero lembrá-los que estou no facebook diariamente com posts sobre autonomia emocional e afetiva que vão te ajudar a ser mais feliz e encontrar um equilíbrio nos seus diálogos internos no dia a dia. Curta nossa fanpage: www.facebook.com/CamyllaCostaOficial

Espero que aproveitem e se dediquem a essa tarefa maravilhosa que é de se conhecer com profundidade e propriedade.

Um enorme abraço e uma excelente semana,
Camylla Costa

Oi, pessoal!!

Hoje vim bater um papo informal com vocês sobre algo que tenho visto frequentemente por onde quer que eu vá: O grande dilema e a dificuldade que muitas pessoas enfrentam ao assumir sua própria identidade, ou seja, de ser quem verdadeiramente são. Sem medos, nem traumas. Sem dependências, nem inseguranças…

Acontece que, em alguns momentos da nossa vida, nós nos afastamos de nós próprios sem perceber e esse afastamento acaba nos trazendo consequências muito “caras”. O sequestro da nossa subjetividade, da nossa singularidade, começa quase sempre através de uma situação, de uma pessoa ou de um vício, assim, quando nos damos conta, já estamos com medo de ser aquela pessoa que éramos antes.

Quando alguém, alguma situação ou algum vício nos impede de ser quem nós somos, sequestrando a nossa subjetividade, nos resta apenas a insegurança, o medo e o domínio total do nosso eu.

Uma vez impedidos de demonstrar nossa grandeza ao Universo e, através das relações humanas, expressar todo o nosso jeito único de ser; nossa saúde emocional é a primeira a ser abalada. Dessa forma, nossos resultados pessoais e profissionais são rapidamente devastados.
Não há nada pior do que perceber, ainda que de longe, que não estamos sendo a pessoa que podemos ser nesta vida.

Por isso, as perguntas que faço para você hoje neste post do blog são: Em algum momento da sua vida em 2013, você teve sua subjetividade, a sua singularidade roubada, sendo impedido de ser quem você realmente é? Você sabe quais foram essas situações? Mas, principalmente, você está disposto a desvendar todos os seus territórios mentais?

No vídeo desta semana, eu alerto de uma maneira rápida e informal, como você pode começar a buscar situações que te impediram de ser você durante esse ano e, a partir daí, começar fazer uma faxina mental antes de entrar 2014.

Vamos assistir?

Pessoal, não vale a pena viver se não for para exercer toda a nossa singularidade, todo o nosso eu, mostrando ao mundo tudo aquilo que somos enquanto essência. Conhecer-se, entender quem você é, como você age em diversas situações é a posse fundamental do seu eu.

Por isso, pegue agora um papel e uma caneta e comece anotar tudo aquilo que você lembrou enquanto eu falei no vídeo…

Crie o hábito de se conquistar a cada dia, de entender sobre você a cada dia, intensificando e potencializando aquilo que você é…Afinal, ser quem você é pode ser contagiante! Já parou para pensar em quantas pessoas você inspira com a sua singularidade?

Queridos leitores, no próximo ano que já se aproxima, não abra mão de ser você, não entregue na mão de outra pessoa, de uma situação ou de um vício a condição que te leva para uma existência plena e realizada.

Você tem respeitado todo o seu EU?

Pensa sobre isso!

Uma ótima semana,

Grande abraço,

Camylla Costa

 

 

 

Oi, gente!!!

Voltei com mais um vídeo nesse mês de Outubro! 🙂 Preparem-se, pois hoje tenho muita coisa para falar…rsrsrs

Estive em Petrópolis neste último final de semana para fazer muitas coisas que amo, entre elas…Gravar vídeos novos para o blog! Lembram que semana passada falei que iria abordar a gestão do tempo? É disso que vim falar hoje!

Pessoal, nosso tempo deve ser gerenciado com excelência e, para que isso aconteça, precisamos saber identificar exatamente onde estamos errando e acertando em nossas rotinas. Em quase todos os meus vídeos falo sobre a importância de silenciarmos nossa mente para que possamos nos entender melhor, dominar nossas emoções e estabelecer uma relação de confiança com os nossos sabotadores… É a prática de tudo isso que nos traz autonomia emocional e, quando falamos da gestão do tempo, imediatamente, somos remetidos a tudo isso. Quem não para pelo menos 10 minutos do seu dia para avaliar seus resultados, está se conformando em ter resultados inferiores na vida pessoal e profissional.

Quantas vezes nos sentimos frustrados, angustiados, desanimados e se estivéssemos abertos para investigar as causas desses sentimentos, poderíamos nos dar conta de que deixamos para trás, algo que era importante para nós.

Você já prometeu para o seu filho(a) que iria chegar em casa 30 minutos mais cedo do habitual, não conseguiu, quando chegou em casa ele já tinha dormido e você ficou com aquele aperto no peito? Já pensou em reservar mais tempo para cuidar da sua saúde, não conseguiu, teve um resultado inesperado em um exame e acabou com aquele sentimento de culpa? Já quis dedicar 1 hora do dia para aprender inglês para conseguir uma posição melhor no mercado de trabalho, não conseguiu, perdeu a vaga em um grande processo seletivo e sentiu-se frustrado?

Com certeza você já passou por um desses exemplos que citei ou está agora se lembrando de muitos outros!

A notícia boa é que tudo pode mudar a partir de agora! Trouxe para vocês hoje, meus queridos leitores, uma ferramenta simples e eficaz que pode mudar a sua vida!

Para começar, responda essas 9 perguntas que envio abaixo, vamos lá?

Este é um mini-questionário, onde você terá a oportunidade de identificar a esfera de tempo que tem sido predominante em sua vida. Essas perguntas estão divididas em 3 grupos de 3 questões (A, B e C), onde cada uma deve conter um determinado valor, conforme a escala abaixo:

                                                 1. NUNCA – 2. RARAMENTE – 3. ÀS VEZES – 4. QUASE SEMPRE – 5. SEMPRE  

1          (       ) Tenho realizado tarefas que não trazem resultados pessoais nem profissionais por comodidade, necessidade, ordens superiores ou falta de opção?

2          (       ) Não consigo terminar tudo o que me propus durante o dia e por isso preciso fazer hora extra ou levar trabalho para casa?

3          (       ) Minhas tarefas diárias sofrem muitas interrupções em razão de coisas sem importância, como e-mails,             telefonemas e conversas fúteis?

4          (       ) Tenho dedicado pouco tempo às pessoas importantes em minha vida?

5          (       ) Costumo resolver problemas e urgências que ocorrem inesperadamente em meu dia-a-dia?

6          (       ) Costumo aceitar facilmente as tarefas que outras pessoas me pedem?

7          (       ) Consigo reservar tempo para o esporte, o laser e as atividades pessoais? 

8          (       ) Tenho o hábito de deixar para a última hora conclusão de muitas atividades a que me proponho?         

9          (       ) Estabeleço metas bem específicas e passos para alcançá-las com relação aos sonhos que desejo realizar no curto, médio e longo prazo? 

Agora que você já respondeu, vamos organizar esses valores: 

CONJUNTO A                          CONJUNTO B                          CONJUNTO C

Pergunta          Valor                Pergunta          Valor                Pergunta          Valor

2                                             4                                             1

5                                             7                                             3

8                                             9                                             6

Total A =                                  Total B =                                  Total C =

TOTAL A =

TOTAL B =

TOTAL C =

E para finalizar, vamos descobrir a porcentagem de seu tempo em cada esfera. Veja as instruções a seguir, faça as contas com sua calculadora e anote a porcentagem de cada esfera no campo correspondente da esfera, disponível no quadro abaixo onde você pode até imprimir, se preferir:

OBS: O total geral é a soma do TOTAL A + TOTAL B + TOTAL C 😉

Figura 02

E agora que você já tem sua porcentagem em cada esfera, assista meu vídeo para entender nos detalhes o que isso tem de semelhança com o seu dia a dia!!

Eu espero que você agora esteja pronto para traçar ações poderosas para transformar o seu dia a dia!

Se tudo isso fez sentido para você, me ajude a disseminar a autonomia emocional e afetiva no mundo! Você pode começar divulgando meu blog e meu canal do youtube para seus amigos, sua família e para os seus colegas de trabalho! Me ajuda nessa?

Envie seu comentário ou sua dúvida!!

Logo logo tem mais vídeo no ar!!

Um beijo e obrigada pelo carinho que recebo de todos vocês com esse blog e com os meus vídeos!!

Camylla