Muitas pessoas diariamente falam para si mesmo crenças negativas, limitantes e não se dão conta disso, afinal, as reclamações já viraram um hábito. Você conhece alguém que vive reclamando ou se colocando para baixo o tempo todo? Em algum momento da vida você também já fez isso ou está fazendo isso até hoje?

Então essa dica é para você assistir, ler e compartilhar!

Inevitavelmente, em algum momento da nossa vida, a correria nos impede de ter um contato profundo com nós mesmos. Inúmeras são as atividades a serem feitas e aquele momento em que poderíamos parar e avaliar nossos resultados do dia é sempre ocupado por alguma outra tarefa. O grande problema é quando essa falta de tempo para si mesmo começa afetar o nosso emocional e a nossa performance na vida pessoal e profissional.

Quando vivenciamos sentimentos de angústia, tristeza e desânimo, algum pensamento passa pelas nossas mentes. O que você tem lembrado ultimamente que te faz ter sentimentos assim? Que tipo de crenças você alimenta quando está de frente para o novo? Que palavras você fala para você mesmo assim que acorda?

Gravei um vídeo inicial para começarmos a trocar idéias sobre isso, vem ver:

Pessoal, é maravilhoso conviver com pessoas visionárias, guerreiras e sábias. Essas pessoas tem um dom, uma espécie de luz que inspira e contagia todos ao redor. Não pelo fato de serem inteligentes, mas sim por terem um compromisso com a superação. Já saíram de uma conversa totalmente inspirado por alguém assim? Essas pessoas tem o poder de despertar possibilidades nas outras pessoas tamanha é a sua luz interior, sua consciência de si perante o mundo. Essa consciência começa primeiramente pela investigações dos próprios pensamentos, como acabei de falar nesse vídeo. Essas pessoas dominam o que pensam e alimentam suas mentes com palavras positivas e crenças possibilitadoras.
Por outro lado, existem aquelas pessoas que tem um potencial enorme dentro de si, mas parecem ter orgulho de se fazerem de vítimas. Acostumaram-se a reclamar sem nem mais perceberem que fazem dessas queixas um hábito…Quando saímos de ambientes com pessoas assim, nos sentimos para baixo, pesados e quem treina sua expansão de consciência, fica desejando que aquela pessoa encontre um caminho de bem estar dentro de si e passe a experimentar a plenitude para que então possa sair da zona de vitimização.
Qual a escolha você faz a todos os momentos do seu dia? “Ser a vítima” ou “Ser a inspiração e o exemplo de superação”?

Deixa seu comentário, manda sua dúvida, vem muita novidade sobre esse tema vindo aí!

Um beijo,

Camylla Costa

 

Todos os direitos reservados (c) 2016 Programação por Sara Silva